Pesquisar este blog

Breaking News
recent

Como era a vida em Israel antigamente

Apesar das dificuldades impostas pelo clima e pelo relevo, os hebreus criaram uma identificação com a terra que habitavam
Israel antigamente

Origens de Israel 

Na Bíblia hebraica, o Livro do Gênesis menciona Jacó, um dos filhos de Isaque, filho de Abraão, que teria seu nome, conforme a mitologia judaica, mudado por Deus para Israel, e teve doze filhos, que geraram doze tribos conhecidas os “filhos de Israel”. Judá é o quarto dos filhos de Israel. 

Israel um território diversificado

O território onde os hebreus se fixaram caracteriza-se por quatro regiões distintas:
A costa do Mar Mediterrâneo;
As montanhas da Galiléia, Samaria e Judéia;
Os vales, particularmente o do Rio Jordão;
O deserto
As áreas férteis, que permitem o desenvolvimento da agricultura e do pastoreio, alternam-se com espaços áridos. As reservas de águas não são abundantes e chove apenas no inverno. Os recursos naturais escassos, aridez e o clima quente da Palestina impunham duras condições de vida aos seus habitantes.
O trabalho
Os hebreus que habitavam as terras mais férteis eram sedentários: cultivavam trigo, cevada, lentilhas, pepinos, cebolas, oliveiras, videiras e figueiras. Também era comum a criação de abelhas para a coleta de mel.
Nas terras mais pobres, a população era nômade e praticava o pastoreio de ovelhas e cabras. Era comum ver grupos de homens vagando com seus rebanhos em busca de pastagens.
Nas cidades havia muitos artesãos: ourives, carpinteiros, ceramistas. A cidade abrigava também mercadores que comercializavam com Egito, Síria e as ilhas gregas.
A vida familiar
A família hebraica era patriarca, ou seja, o homem tinha autoridade sobre a esposa e os filhos. Apenas nos primeiros tempos admitia-se que um homem tivesse várias esposas (poligamia).
Ter descendentes era o maior desejo de todos os homens, pois os filhos eram considerados sinal de bênção. Assim, caso a mulher não tivesse filhos, o marido podia separar-se dela.
Quando um homem casado morria sem deixar filhos, um de seus irmãos era obrigado a casar com a viúva para gerar descendência ao irmão morto.

A vida religiosa de Israel

Os hebreus foram o primeiro povo monoteísta de que se tem conhecimento. Eles elaboraram um pensamento religioso baseado na existência de um único Deus (Javé), criador do universo e da humanidade.
Ao contrário de outros povos, os hebreus eram proibidos de representar seu deus por meio de pintura ou escultura, pois para eles, além de Deus ser grandioso demais para caber em uma imagem, o culto a ídolos era negado por um dos Dez Mandamentos.
O povo hebreu entendia que Deus realiza seu propósito na história por meio das ações humanas; por isso, ao estabelecer uma aliança com eles, Deus lhes entregou os Dez Mandamentos, aos quais  todos os hebreus se comprometiam a observar e a obedecer.
Enquanto o Templo de Jerusalém existiu, os hebreus ofereceram sacrifícios e oferendas a Deus. Com a destruição do Templo, eles passaram a prestar culto apenas nas sinagogas.
Empresas de sucesso

Empresas de sucesso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Comentario

Fabiano . Tecnologia do Blogger.