Pesquisar este blog

Breaking News
recent

Como vivia a maior parte da população no Egito?

No Egito havia camponeses, entre outros. Os camponeses formavam a população mais numerosa.
Camponeses

Como vivia a população no Egito antigo
A agricultura representava a atividade mais importante da economia egípcia. A maior parte da população era constituída de camponeses. Eles cultivavam as terras do faraó, dos sacerdotes e dos altos funcionários do Estado.

Os camponeses viviam pobremente. Tinham de entregar parte da colheita aos donos das terras uma outra parte ficava com o faraó, como pagamento de impostos. Apenas uma pequena parte da colheita cabia aos camponeses.

Vários relatos da época descrevem a vida difícil dos camponeses. Além do trabalho duro da semeadura e da colheita, eles tinham de combater insetos, pássaros e ratos que estragavam as plantações e manter os ladrões longe da lavoura. Depois de tudo isso, ainda sofriam a violência dos cobradores de impostos, que costumavam castiga-los quando não conseguiam entregar as taxas exigidas pelo faraó.

Durante a época das inundações do Rio Nilo, os camponeses eram recrutados pelo faraó para participar da construção de pirâmides, canais de irrigação e outras obras públicas.

Artesãos e comerciantes


Nas cidades egípcias, havia muitos artesãos, a maior parte trabalhando para os faraós e os nobres. Cada artesão dedicava-se a uma especialidade:

Fabricantes de sandálias de couro e utensílios domésticos;

Escultores na pedra e no metal;

Ourives e carpinteiros;

Construtores de carros de guerra, barcos e móveis.

Nas cidades, havia também muitos comerciantes.

Nas cidades de Mênfis, às margens do Rio Nilo, existia um porto movimentado, onde circulavam mercadores de várias partes do mundo, como a Palestina, a Síria, a Fenícia e a Sicília.

Soldados

Os saldados lutavam nas guerras de conquista, muito comuns no mundo antigo. No Egito, a maior parte dos soldados era formada de mercenários, ou seja, homens que combatiam em troca e um pedaço de terra e de tesouros pilhados nas conquistas. Em geral, esses mercenários eram estrangeiros.

Escravos

Os escravos pertenciam a um senhor. Eles podiam pertencer ao faraó, aos sacerdotes ou altos funcionários do Estado. Em geral, os escravos eram estrangeiros capturados nas guerras. Eles trabalhavam na construção das pirâmides, nas minas de cobre, nas pedreiras e no exército.
Empresas de sucesso

Empresas de sucesso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Comentario

Fabiano . Tecnologia do Blogger.