Pesquisar este blog

Breaking News
recent

História da Mesopotâmia

Mesopotâmia: uma história de grandes impérios. Ao longo da história, os povos da Mesopotâmia se revezaram no poder. O centro de seus grandes impérios foram as cidades da Babilônia, Nínive e Assur.
Como era a Mesopotâmia

Os povos que foram a Mesopotâmia


A Mesopotâmia se dividia em duas partes: a Alta Mesopotâmia, ou Assíria, ao norte, habitada pelos assírios, e Baixa Mesopotâmia, ou Caldéia, ao sul, habitada pelos sumérios e pelos caldeus. Esses povos se alternaram no poder ao longo de sua história.

Suméria: o berço das cidades

Os sumérios habitavam o sul da Mesopotâmia, uma região favorecida pelas enchentes periódicas dos rios Tigre e Eufrates. Nessa área, eles fundaram as primeiras cidades da história: Ur, Uruk, Eridu e Nipur. Pelo fato de essas cidades serem independentes entre si, os estudiosos as chamam de ``cidades-estados´´.

No início, o rei da cidade era o principal sacerdote de um templo. Ele era eleito por uma assembleia de homens livres, que também tinha de ser consultada no caso de campanhas militares.

A partir do terceiro milênio antes de cristo, surgiram impérios, ou seja, o domínio de várias delas por uma única cidade. Todas as cidades eram obrigadas a fornecer soldados e pagar tributos ao governo da cidade dominadora. O Império Arcádico (isto é, da cidade de Acad) foi o primeiro grande Império Sumério.

Babilônia: a capital de um grande império

Por volta de 1900 a.C., a cidade da Babilônia tornou-se sede de um grande império: o Primeiro Império Babilônico. Seu maior desenvolvimento ocorreu durante o governo e Hamurábi (1792-1750 a. c.). Hamurabi, além de ter conquistado muitos territórios unificando quase toda a Mesopotâmia, foi também um grande administrador.

Em seu reinado, houve duas grandes realizações:

O desenvolvimento da agricultura, favorecido pela construção e conservação de grandes reservatórios de água e canais de irrigação;

A elaboração do Código de Hamurabi, um conjunto de leis que deviam ser obedecidas em todo o império.

Após a morte de Hamurabi, seus sucessores tiveram dificuldade em manter o império unido, até que foram derrotados pelos hititas, um povo que habitava a região da Ásia Menor.

Assírios: um povo militarista

Enquanto a Babilônia era destruída, surgia ao norte um império guerreiro e conquistador: o Império Assírio.

Os carros de combate e a cavalaria eram os elementos ofensivos do exército assírio. A infantaria mais numerosa, compunha-se de arqueiros e lanceiros. Eles usavam capacete, couraça, botas e um grande escudo. A defesa ficava a cargo da infantaria ligeira, que carregava armamentos mais leves.

A ação dos exércitos assírios ficou marcada pela violência com que tratavam os vencidos. Por onde passavam, eles deixavam fileiras de mortos e cidades destruídas, partiam carregando ouro, animais e outros bens saqueados dos povos dominados.

A enorme extensão do império tornou-se um problema para os reis assírios. Eles não conseguiam controlar as revoltas, que explodiam em todas as regiões. No final do século VII a. C., as cidades assírias foram conquistadas pelos babilônios.

O novo Império Babilônico


A queda dos assírios coincidiu com o renascimento do Império Babilônico, fundado pelos caldeus. Por essa razão, o novo império ficou conhecido também como Império Caldeu. O rei de maior destaque desse novo império foi Nabuconosor, que destruiu a cidade de Jerusalém e enviou seus habitantes como prisioneiros para Babilônia.

A Babilônia foi reconstruída, depois de vários anos de guerra civis e invasões que devastaram a cidade. Palácios e templos foram erguidos ou recuperados, como a Torre de Babel, um imenso zigurate de cem metros de altura, cuja estrutura original remontava aos tempos de Hamurábi. A cidade também se tornou um importante centro comercial, por onde passavam caravanas de mercadores que se dirigiam ao Oriente.

O Novo Império Babilônico teve curta duração. Com a morte de Nabucodonosor seguiu-se uma disputa pelo trono entre seus sucessores que enfraqueceu o império. Em 539 a. C., os persas conquistaram a cidade da Babilônia.
Empresas de sucesso

Empresas de sucesso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Comentario

Fabiano . Tecnologia do Blogger.