Pesquisar este blog

Breaking News
recent

Turma do Chico Bento

Turma do Chico Bento (por sua vez batizada exclusivamente de Chico Bento) é uma conto de histórias em quadrinhos inventada por Mauricio de Sousa juntamente com a Turma da Mônica. Estreou basicamente em 1961 como uma tirinha de exposição na época apelidado "Zezinho e Hiroshi" destina-se como imagem principal Zé da Roça e Hiro, em 1963 tendo a estreia do personagem Chico Bento que em poucos momentos virou o personagem importante.

Como surgiu a história em quadrinhos da Turma do Chico Bento

Como surgiu a história em quadrinhos do Turma do Chico Bento
Os contos acontecem na fictícia Vila Abobrinha, uma peculiar cidade caipira, do interior paulista onde vive o personagem epígrafe Chico Bento e seus amigos. a começar de sua geração ele se regressou bem popular consiste em a segunda descendência mais conhecida criada por Mauricio de Sousa após da Turma da Mônica. Além disso foi o muito adiante, além de os da Turma da Mônica e insinuados em jogadores de futebol, a lucrar uma revista própria bem por sua própria linha de invenções.
Em 2013 foi distribuída uma acomodação em mangá do personagem chamada Chico Bento garoto, assim porquê a Turma da Mônica juvenil aparecendo uma interpretação nova do personagem.

Personagens principais 

Chico Bento (1963) - Moleque tipicamente caipira, que anda constantemente descalço, com trajes recatado e boné de palha.
Rosinha - A desejada do Chico Bento. Ela constantemente veste um tipo de coberto escarlate de quermesse, um par de maria-chiquinha e não costuma caminhar descalça sendo uma moça limpa e arrumada. 
Zé Lelé (1969) - Zé Lelé é primo e melhor camarada do Chico Bento, embora não tenha nenhuma similitude entre eles. É um elemento necessário para o humor das histórias por ser um personagem crédulo e ingênuo, cometendo gafes com constância, cuja pouca clareza costuma bastante enfurecer todos à sua retorno
Zé da Roça (1961) - Bem que igualmente um típico caipira, fala um português mais unificado como os povos das amplas cidades. Companheiro de todos na roça, ele é mais digno e concentrado que seus amigos. Habitua em dar conselhos de bom juízo popular. Era o essencial personagem nas primitivas histórias.
Hiro (1961) - Seu legítimo sobrenome é Hiroshi. Hiro é um nissei e com isso conserva os conhecimentos orientais de seus ascendentes (adoptar os Pauzinhos e outras lembranças). Assim porquê Zé da Roça além disso fala em bom português e é menos engraçado que os ademais e nenhuma pessoa espera por ele
Personalidades secundários 
Tiãozinho Arriégua - O encrenqueiro da vila. Continuamente conseguindo problemas, gosta de esperar os meninos no canto para dar uma coça após a aula.
Nhô Tonico Bento (Antônio Francisco Bento) - Pai do Chico Bento. Trabalha arduamente na roça para alimentar sua origem e quer bem que Chico estude para que tenha uma vida melhor.
Dona Cotinha - Mãe do Chico Bento. Boa e delicada, é a dona de habitação do interior. Tem que cuidar da moradia, do Chico e de todo o emprego da rancho. 
Vó Dita - A avó de Chico Bento. Continuamente com pareceres e com mimo para dar ao seu netinho e a todas as crianças da estância.
Primo Zeca - Primo de Chico Bento que convive na capital. Frequentemente vai passa as férias na moradia do outro e se encontram com ocasiões totalmente desiguais. 
Nhô Lau - Fazendeiro cabeçudo, mas bem boa-praça. O maior foco de sua ira é quando o Chico Bento e seus amigos tentam apanhar goiabas maduras de sua goiabeira, que ele faz inquisição de proteger com sua espingarda que dispara pedras de sal espesso.
Dona Marocas - A tutora da roça. É bem incontestável com seus alunos (principalmente Chico Bento, que costuma olvidar de realizar ou levar para a escola as lições de moradia), mas somente quer o bem de todos eles. 
Coronel Agripino - Dono de terras e de cabeças de gado é o pai de Genesinho. Já foi designado de Belarmino, Abelardo e Genésio.
Genesinho - Filho do Coronel Agripino ou Coronel. É um menino com cabelos loiros. Chico detesta-o quando ver a Rosinha aparecendo com esse garoto. 
Maria Cafufa: A donzela feia é apaixonada pelo Chico Bento, firmemente tenta furtar um beijo de Chico quando tem oportunidade.
Arcebispo Lino: O prior da Vila Abobrinha. Gosta consumir mamão. 
Mariana: A irmãzinha caçula de Chico que surge na HQ: "Uma estrelinha chamada Mariana". No final, ela falece e virar estrela outra vez.
Anjo Gabriel (2009) - Papel atualizado, é o querubim do Chico. Ele gosta de tecnologia e é bem decomposto de Chico, mas os dois se acertam bem. 
Maria Lalau - interpretação feminina do Zé Lelé. Contracena com nascente, apesar disso tem aparições insignificantes.
Nhô Nito - Outro auditor de “causos”, mas nascente age no costume, muitas vezes desviando a criançada nas suas peripécias porquê 'Pegador de Sacis'. 
Seu Rodrigues - Pai da Rosinha, não gosta que a filha seja namorada de Chico.
Dona Rosália - Mãe da Rosinha, vigia a filha e é uma ótima mãe. 
Seu Leocádio - Pai do Zé Lelé, em muitas ocasiões se represa de modo tão alucinada quanto o filho.
Pais do Hiro - Legítimos imigrantes japoneses. Mantém os conhecimentos e usam alguns procedimentos idiomáticas. Moram em uma moradia estilo nipônico. 
Pais do Primo Zeca - Convivem em um apartamento em SP e são adeptos da praticidade e da modernidade.
Dona Lalá - Mãe do Zé Lelé, um precário doidinha igual o filho. 

Personagens terciários 

Dona Birosca - A mexeriqueira da vila, adora permanecer na muro fuçando a vida de todo mundo. Por enquanto, está “sumida” das histórias da Turma do Chico Bento.
Dona Birosca - A mexeriqueira da vila, adora permanecer na muro fuçando a vida de todo mundo. Por enquanto, está “sumida” das histórias da Turma do Chico Bento. 
Maga Oneida - É uma feiticeira boazinha que realiza os pedidos de Chico Bento quando ele quer se dispensar de qualquer problema. .
Ritinha - Amiga de Rosinha, anda meio sumida das histórias apesar disso apareceu num gibi da Magali nº24 "Um Felino Natal a Todos" divulgado pela Panini. É a dona de Tita, mana do Mingau. 
Quebra-Queixo - Nasceu exclusivamente um conto, onde Chico senta no banco em que Quebra-Queixo costuma assentar na hora do cochilo e é desafiado por nascente para um combate. Acabam transformando-se em amigos. 

Animais 

Torresmo (1983) - Suíno de estimação do Chico Bento, assemelhar-se a o Chovinista do Cascão. É intenso que o Chico ama todas as criações de seu ambiente e jamais vai abandonar seu Torresmo virar alimento, nem a sua penosa Giselda (Giserda), a vaca Malhada (Maiada), o cabrão Barnabé, o burro Teobaldo e tantos outros.
Giselda (1982) A penosa de estimação do Chico Bento. Além disso, porquê todos os animaizinhos do ambiente. Mas Giselda tem oferecido um bom serviço ao Chico. Volta e meia de reverter canja ou almoço de raposas, Chico constantemente está protegendo. Em mudança bota ovos saudáveis. Chico não come os ovos porque escolhe que nasçam, cada vez mais, bonitos pintinhos no galinheiro.
Fido - O cachorro sabujo do Chico. Já foi caçador e em certa conto morreu. Voltou a eclodir porquê é um cachorro dorminhoco. 
Malhada - (Maiada) Vaca do Chico. Companheira de toda manhã, quando Chico aparece para tirar o seu leite.
Teobaldo - pateta do Chico. Age porquê tal, constantemente indisciplinado e parando quando bem tem força. É batizado pelo Chico de "Teobardo". 
Alazão - Cavalo do Chico. Usado quando tem que ir a ambientes longes, porquê a Vila Pururuca, ou escalar a 'Repimpada da Mula Manca'.
Geninerdo - Touro do Chico. Brabo e estourado, mas que até combate já ganhou. 
Barnabé - Apesar que tenha sido apelidado de 'Osório', seu nome é Barnabé por procedência do béééé.... Adora consumir tudo que vê pela dianteira.
Altáriba - Galo que desperta o Chico todo dia de manhã. Igualmente já surgiu morrendo em certa história. 
Bigodes - O gato meio caseiro, meio avacalhado que vive no lugar. Indomesticável, Não há quem o segure no colo.
Empresas de sucesso

Empresas de sucesso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Comentario

Fabiano . Tecnologia do Blogger.