Pesquisar este blog

Breaking News
recent

A diferença entre a mulher feia e a bonita

Uma mulher (do latim muliere) é um ser humano adulto do sexo feminino. Na infância, normalmente é denominada em português como “menina” e, na adolescência, como “moca” ou “rapariga”. O termo “mulher” é usado para indicar tanto distinções sexuais biológicas quanto distinções nos papéis sócio-culturais. 
Caju e castanha canta a diferença entre a mulher feia e a bonita

Caju e castanha canta a diferença entre a mulher feia e a bonita

A garota feia e a bonita na festa 

Enquanto a mulher bonita chega rodeada por certo mistério, economizando nos sorrisos e nas palavras, a mulher feia se expõe logo na entrada, cortejar os convidados um a um e distribuir sorrisos até para os seguranças. É certo que ela se abraçará a diversos dos homens e mulheres presentes, involuntariamente de seu grau de camaradagem com eles, declarando seu apreço e gritando perguntas que decretaram mais privacidade e contiguidade para as respostas.
Toda mulher feia se diverte como se cada festa fosse a derradeira.
Presença sancionada nas rodinhas, formações criadas para as sem-par e as sem-esperança-de-conseguir-um dançarem até o amanhecer, ela não se furta a executar passos de mambo, pagode, salsa, samba, remelexo, macarena, axé, fandango, forró, boi-bumbá, frevo e demais danças populares. Nessa mesma ocasião, a mulher feia desvendará também outra das suas simbólicas, a generosidade, convidar para a rodinha mais mulheres feias que, por alguma razão, ainda se conservem sentadas. A dependência recíproca também é um traço marcante da espécie.
Sempre dispor a ajudar, a garota feia ocupar seu tempo livre executando tarefas de várias naturezas para parentes, colegas, amigos, vizinhos e simples conhecidos: entrar em filas, pagas contas, visitar doentes que nunca viu, resolver pendências em banco, crediários, eletricidade, lavanderias, companhias de água, sapatarias, lojas e afins, fazer carnês em seu nome para terceiros, acompanhar velórios e enterros desconhecidos que ela chora como se fossem queridos, desembaraçar documentos, telefonar para obter informações e liberações, pedir graças e cumprir promessas. A não ser nos casos em que, ao fracasso estético, se associar também o azedo da alma, por certo decorrente do primeiro, a fêmea feia será sempre descrita como prestativa, simpática, confiável, boa-praça, ser humano exemplar e grande companheira.

Não leve nada a serio “o texto faz parte do bom Humor".
Empresas de sucesso

Empresas de sucesso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Comentario

Fabiano . Tecnologia do Blogger.