Pesquisar este blog

Breaking News
recent

Relacionamento conturbado

Jamais perca tempo energia alimentado tristezas, magoas, sofrimento, amores conturbados ou alegrias passageiras. Se alimente da única e verdadeira fonte da vida que é o amor. Belo como as nuvens, e lindo como o céu. 
O que fazer quando um casal tem um Relacionamento conturbado e obsessivo um pelo outro?
O que fazer quando um casal tem um Relacionamento conturbado e obsessivo um pelo outro?
As brigas e a dependência um do outro por exagerado, além da suspeita, são apenas algumas das atitudes que confirmam um relacionamento não estar em concordância.
No afeto amoroso muitas vezes o que notamos é a dependência do outro para aprovisionar necessidades emocionais. Quando isso não ocorre, a obsessão surge, bem como a depressão, entre outras dificuldades emocionais.
Cada ocasião é única e cada caso deve ser analisado, mas uma opção para lidar com o problema é tirar o foco da vida do parceiro e ponha em si próprio. De inicio à uma jornada de autoconhecimento de se mesmo, se der valor e a partir daí ponha seus desejos e limites. Jamais tente controlar o outro, apenas a si mesmo, entretanto muitas vezes isso sozinho não é muito fácil, pois a emoção é mais forte que o indivíduo, neste caso não hesite em procurar ajuda de um profissional.
Se você tem um relacionamento com seu parceiro(A) obsessivo, o casal precisa se tratar para poder compreender o que é normal e o que é patológico e procurar preencher e avaliar as suas obrigações, sem depender de outra pessoa, a psicoterapia e tratamentos muitas vezes são a solução para resolver o problema. Livre-se o quanto antes para poder amar com qualidade, pois o amor verdadeiro é o melhor sentimento que uma pessoa pode experimentar na vida. Porém o amor saudável e verdadeiro é precedido de equilíbrio e confiança no parceiro.

Como lidar com o ciúme exagerado por parte do parceiro? 

A maneira de lidar com o ciúme excessivo isso dependem de cada caso, e grau de adoecimento dos indivíduos, em muitas ocasiões ambos os parceiros estão adoecidos.
Quando o nível de ciúme não coloca em risco o parceiro (a) um bom diálogo, atitudes que cooperem para que o parceiro sinta-se protegido na relação pode ser um ótimo caminho, no entanto, quando o parceiro (a) é inseguro, ciumento e desconfiado de tudo, não acreditar que possa ser amado, então é melhor buscar por um atendimento psicológico, procure ajude a si mesmo ou ao seu parceiro se isto estiver acontecendo com seu relacionamento.
É indispensável buscar um atendimento psicoterapêutico porque a amargura pode ser muito intenso, ciúmes exagerado é apenas um sintoma que deve ser estudado para se saber se está associado a um quadro mais complexo como um quadro extravagante, um transtorno muito obsessivo compulsivo, entre outras dificuldade emocionais, varias vezes o ciúme obsessivo, a cobiça de posse tem suas raízes profundas no relacionamento, o ciúme tem muita agnação com o medo, insegurança, abandono etc. Com a terapia você tem a chance de perceber o porque dessa dúvida, qual seu histórico de vida que lhe enfraqueceu tanto.

Como a família pode ajudar em um relacionamento conturbado?

Acabar com um relacionamento é sempre dolorido. Mesmo que seja uma alternativa sua, uma decisão raciocinada, a angústia é inevitável, afinal, aquela pessoa passou muito tempo ao seu lado. Seja um namoro, casamento, noivado, etc, as dimensões são sempre diferentes, mas a adaptação ao estado de "solteiro(a)" solicita algum momento de estranheza e acomodação.
Após a separação, o período de luto pela perda do ser amado varia de pessoa para pessoa. A vivência de sintomas depressivos após uma situação de separação, em muitos casos faz parte da preparação do luto e como tal é destinada e, na medida do possível, deve ser respeitada. A obrigação de acompanhamento vai depender de cada pessoa e caso. Contudo quando esse estado de tristeza, falta de energia se prolonga por cerca de 6 meses, já é hora de procurar auxilio de um profissional Psicólogo ou Psiquiatra. Ajuda dos amigos e da família é imprescindível, porém é preciso que a família entenda que a pessoa deprimida não está assim porque quer ou porque é fraca, a pessoa certamente está em sofrimento.
Se você quer tentar ajudar, mais do que dar conselhos, é formidável demonstrar que a pessoa deprimida não está desamparada e dar-lhe oportunidade para falar sobre o que sente, escute sem intervir em seus sentimentos, e tenha disponibilidade para ouvir é uma ajuda imprescindível para contornar o mínimo o isolamento da pessoa. As vezes, um forte abraço e o silêncio faz mais efeito do que um milhão de palavras.

Qual é o sinal de um relacionamento conturbado

Diminuição na atração sexual – Se estiver se regressar menos sexualmente atraído pelo parceiro, ou se ele estiver descuidando de suas necessidades, isso pode ser um péssimo sinal. Ainda que seja normal que o desejo sexual enfraqueça ao longo do tempo, quando se torna um problema percebível, é importante compartilhar com o seu parceiro sobre essa questão.
Exagerando os problemas do dia-a-dia – Fazer tempestade em copo d'água com frequência é um sinal revelador de questões subjacentes em um relacionamento. Por exemplo, você perde a paciência com coisas mínimas, como seu parceiro esquecendo-se de dar um recado de uma ligação perdida. Você explode de raiva com detalhes ínfimos. Se você ou seu parceiro estiverem exibindo estas características, é importante se sentar e se comunicar com eles para saber mais sobre os problemas subjacentes do seu relacionamento.
Traição – Quando um ou mais parceiros procuram conforto, em um nível, fora do relacionamento, isso pode ser avaliado como traição. Querendo ou não você está tendo um caso emocional ou fisco, o que demonstra que você está desconfortável com a situação que envolvendo o seu parceiro atual. Este é um sinal decisivo de um relacionamento conturbado que requer muita atenção.
Mudanças de sentimentos – Se você não consegui se lembrar o que te acenou em seu parceiro em primeiro lugar, talvez seja hora de acabar com esse relacionamento. Sentimento mudam, e isso é normal, mas ao longo de um relacionamento a atração inicial deve sempre permanecer em certa medida. Não ser capaz de se conectar com seus sentimentos iniciais de atração faz com que você se afaste da pessoa.
Distância – Se perceber que está passando pouco tempo com seu companheiro, então talvez essa seja hora de falar sobre o relacionamento. É fácil embarcar em uma rotina ocupada com a agitação do dia-a-dia e do fluxo da vida, mas passar cada vez menos tempo com seu namorado ou marido prejudica o relacionamento. Dê uma olhadinha na situação.
Desesperança – Sentimentos de desânimo em seu relacionamento é um sinal de um problema muito sério. Isso pode ser frustrante se estiver em um relacionamento de longo prazo, que já dura mais de um ano. Sentir-se esgotado com a relação mas se achar impossibilitado de fazer qualquer coisa a respeito pode ser prejudical para a sua auto-estima. Este sentimento de derrota é um indicativo de agressão no relacionamento.

Relacionamentos conturbado pode mudar e ter um final feliz? 

As pessoas em geral têm personalidade que dificilmente mudam. O que pode mudar é o jeito de lidar com essas características. Em geral, quando casais discutem muito, sempre há alguma coisa que explode essa briga: um tom de voz, um jeito de olhar, uma determinada expressão. Dificilmente os casais brigam por ideias, em geral brigam por atitudes.
Para que as brigas diminuam, assim sendo, tente o que detona essas brigas e mudar suas atitudes. Evite ansiar que ele mude, mude você. Fale num tom diferente, olhe de um jeito diferente até achar alguma coisa que provoque nele a vontade de te escutar e não a de estourar com você.
Algumas pessoas diriam: mas assim, eu vou deixar de ser eu mesma, não vou fazer o que sinto! Sinto muito, mas para nos relacionamos de forma saudável temos de abrir mão de impulsos. O que não significa deixarmos de ser nós mesmo. Apenas nos “arrumamos” melhor para receber o outro. Afinal, não colocamos nossas melhores roupas para encontrarmos com a pessoa de que gostamos porque não colocamos o melhor sorriso, melhor cara, o a melhor palavra.
Empresas de sucesso

Empresas de sucesso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Comentario

Fabiano . Tecnologia do Blogger.