Pesquisar este blog

Breaking News
recent

Qual é as principais fontes, produção, evolução e tipos de energia do mundo

Energia: é tudo aquilo que pode produzir acção, podendo tomar diversas formas: Energia calorífica, elétrica, gravítica, mecânica, química, magnética, radiante, nuclear, etc. Isso tudo poder ser energia As fontes de energia e a produção
Subestação de energia eletrica
Para que o ser humano possua energia, precisa se alimentar. Os alimentos vegetais, animais e minerais fornecem a energia de que o homem necessita para caminhar, trabalhar, transportar objetos, estudar, praticar esportes etc.
Os vegetais que servem de alimentos ao homem precisam de energia para crescer. Essa energia é conseguida através da água retirada do solo, do gás carbônico existente no ar, dos minerais existentes no solo e da luz solar. A luz solar é extremamente importante, pois sem ela não haveria vida.
Os vegetais, por sua vez, alimentam muito os animais, fornecendo a eles a energia necessária para se reproduzirem, andarem etc.
Ao longo da história o homem não buscou energia apenas nos alimentos. Procurou encontrar também outras fontes de energia que servissem para amenizar ou substituir o emprego da sua força física e mental no trabalho diário e, ainda para melhorar suas condições de vida.
Quando domesticou os animais, percebeu que poderia utilizá-los na agricultura, para puxar o arado, e nos transportes. Usando o trabalho animal, o homem poupou seu próprio trabalho.
A descoberta da energia calorífica fornecida pelo fogo também foi muito importante para o homem. Ele percebeu que o alimento cozido era mais facilmente digerido. Com o uso do fogo ele podia se aquecer no frio. Uma fogueira acesa na floresta lhe dava mais segurança, na medida em que afastava ou afugentava os animais.
Após a descoberta da energia animal e da energia calorífica fornecida pelo fogo, o homem continuou procurando outras fontes de energia. 
Essa busca nasceu da necessidade de se obter maior produção no trabalho e do fato de que muitas tarefas não podem ser realizadas utilizando apenas a energia fornecida pela força muscular do homem e dos animais. No decorrer do tempo, o homem encontrou, de fato, muitos outros tipos de fontes de energia, como veremos adiante.
Após essas explicações podemos definir energia. É a capacidade que certos corpos possuem de produzir trabalho ou gerar força.

As principais fontes e tipos de energia

Fonte de energia corresponde à origem de uma energia, ou seja, aquilo que origina ou produz essa energia. Podemos obter energia a partir de várias fontes e, por isso, encontramos diferentes tipos de energia.

Fontes de energia: Energia elétrica, calorífica, gravítica, química, magnética, radiante, mecânica, nuclear, etc.

Evolução do uso das fontes de energia

Na produção, além da energia física e mental do homem, são utilizadas outras fontes de energia. Já sabemos que a descoberta das fontes de energia pelo o homem se fez no decorrer da sua história.
No início o homem utilizava apenas a sua própria energia muscular. Depois começou a usar a energia muscular dos animais e a energia calorífica, produzida pelo fogo, resultante da queima da madeira ou de vegetais secos.
Mas tarde, o homem descobriu que o vento também é uma fonte de energia (a energia eólica). Através dos moinhos de vento, podia moer o trigo para fabricar a farinha e fazer pão. Depois utilizou os moinhos de vento para puxar ou retirar a água dos poços nas regiões em que não havia rios.
No século XVIII, o homem descobriu a energia produzida pela máquina a vapor. Tal fato, como você já sabe, tornou possível a Revolução Industrial.
A invenção da máquina a vapor e sua utilização na indústria representou uma verdadeira “revolução” nas técnicas de produção. A máquina a vapor é possível produzir mais em menor tempo. Para aquecer a água utilizou-se o carvão mineral.
No final do século XIX, a revolução nas técnicas de produção industrial tornou-se ainda maior com descoberta da energia produzida pelo petróleo e pela água (energia hidráulica). Novas máquinas surgiram e outras foram aperfeiçoadas. A produção industrial tornou-se ainda maior. Inclusive a agricultura passou a produzir mais, pois as máquinas foram introduzidas também nessa atividade (o uso do trator e de colheitadeira, por exemplo).
O uso das energias mecânica, calorífica e elétrica (e, posteriormente, da energia química e da energia atômica) representou grandes avanços no processo de produção. O homem pôde poupar sua força de trabalho, na medida em que passava a contar com a ajuda de outros tipos de energia.
Ainda nos dias atuais o homem trabalha constantemente em pesquisas, com o objetivo de descobrir novas fontes de energia para serem utilizadas na produção de mercadorias e serviços. Agora não se trata apenas de aliviar o trabalho humano – é preciso encontrar outras fontes de produção de energia para evitar que as já existentes se esgotem. (Há alguns anos vem sendo utilizada a energia solar para o aquecimento da água em residências. Lembramos ainda que, nos países tropicais, que recebem o Sol com grande intensidade nos 12 meses do ano, é mais fácil o aproveitamento da energia solar do que países de clima frio, onde o Sol aquece bem menos que nos trópicos.)
Conclusão: na produção de bens econômicos e serviços, além do trabalho do homem, são utilizadas a energia e as máquinas. A energia é um dos fatores que não vemos embutidos na mercadoria.

Nos transportes, além da energia física e mental do homem, são utilizadas outras fontes de energia

Como você já sabe, quando o homem domesticou os animais passou a utilizá-los como fonte de energia no trabalho diário e logo depois como meio de transporte.
Até praticamente o século XVIII os animais eram a única fonte de energia utilizada para transportar pessoas e cargas.
Graças à invenção da máquina a vapor, o homem pôde, já no início do século XIX, construir a locomotiva e o navio a vapor. Tal fato representou grandes progressos para o transporte de mercadorias e passageiros, que até então era realizado por tração animal (carroças, diligências etc.), por embarcações a vela ou a remo etc.
Com os novos meios de transporte, uma quantidade maior de mercadorias podia ser transportada com mais rapidez.
No decorrer do século XIX e no início do século XX, na Europa, nos Estados Unidos e também no Brasil (embora em menor intensidade), muitas ferrovias foram construídas.
Nos Estados Unidos, em 1860, já existiam mais de 48.000 quilômetros de ferrovias construídas (o Brasil possui atualmente 30.000 quilômetros de ferrovias).
Em 1869, foi inaugurada, nos Estados Unidos, a primeira ferrovia transcontinental, ligando o litoral do Oceano Atlântico ao litoral do Oceano Pacífico.
Essas ferrovias que penetram ou avançam em direção ao interior dos países, ou que unem oceanos, recebem o nome de ferrovias de integração, isto é, que integram ou unem regiões.
Empresas de sucesso

Empresas de sucesso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Comentario

Fabiano . Tecnologia do Blogger.