Pesquisar este blog

Breaking News
recent

O que significa a palavra creepypasta

Creepypasta é um termo utilizado na internet para determinar contos ou histórias de terror sobre assuntos normalmente populares. Essas histórias assustadoras são parecidas com lendas urbanas (existem contradições, alguns indivíduos afirmam que diversas dessas histórias são verdadeiras), se ocultam em um lado obscuro da internet. Isso faz com que os contos se regressem ainda mais assustadoras e na maioria das vezes são distribuídas pelo 4chan, fóruns, blogs, bulletin boards, #compartilhamento nas redes sócias e correntes de email.

Qual o desígnio da creepypasta

As creepypastas, geram suspense, medo, arrepio, este é o desígnio de assustar e perturbar os leitores. São escritas e narradas de forma envolvente, fazendo com que mexa com a imaginação fraca do leitor. É difícil descrever se uma creepypasta é baseada em alguma coisa real ou não, apesar de sabermos que são somente histórias de terror para nos entreter. 

Surgimento das creepypastas e o significado 

Esta é uma palavra em inglês, formada a partir da junção do termo “creepy” . significaarrepiante” ou assustador”, O nome passar a existir da palavra "Copypasta", uma expressão aproveitada na rede para determinar textos que são copiados e colados várias vezes. Creepypastas, muitas vezes, são implementadas com imagens, áudio ou vídeo que faz referente à historia para enricar seu conteúdo, aumentando deste modo seu efeito sobre o leitor. 

Gênero

Creepypastas variam em tema, tamanho e qualidade. Existem vários gêneros, como você pode notar em toda internet, cada um com sua característica, contudo, as creepypastas mais comuns empregam alguns padrões: 
Episódios perdidos: O narrador expõe a história de um episódio nunca antes divulgado de um determinado programa de TV, na maioria das vezes humorístico ou infantil, mas que não foi mostrado na televisão por vários motivos extraordinários. 
Narrativas: O narrador conta uma lenda bem assustadora, uma história tensa, um caso bizarro de seu passado, enfim, diversos temas.  
Rituais: Uma relação de instruções para o leitor, tais como ir em um exato lugar, no horário correto, e seguir uma série de ações e o que pode acontecer se você não seguir corretamente o ritual
Diários: A história é narrada como se fosse escrita em um diário ou relatório. 
Hack Roms/Jogos alternativos: Histórias aprimoradas em algum jogo famoso que foi alterado ou adquirido em lojas alternativas, como vendas caseiras ou baixados de sites curiosos, que contém informações misteriosas e impressionantes que não deveriam existir no jogo, como sangue e violência extrema. 

Exemplos de duas creepypastas famosas

Jeff The Killer
Jeff The Killer - História
Jeff The Killer um personagem que tem obsessão por crianças . As histórias contam que antes de transformar-se em um assassino era apenas um menino que começou a sentir desejo de matar, ‘’algo Inexplicável’’. Todavia, esse sentimento toma conta de sua mente após uma briga, na qual Jeff é queimado vivo e tem o corpo e rosto deformado. Ao retorna para sua casa, já transformado mentalmente, faz com o uso de uma faca um sorriso perpétuo, semelhante ao do Coringa, e queima as pálpebras para poder sempre contemplar o próprio rosto. Ao concluir a transformação física, assassina sua família, como uma espécie de confirmação dessa mudança de identidade. Os fãs o registram com olhos fixos e um sorriso constante, os ambientes não têm destaque, mas há narrativas que dizem que sua aparição ocorre quando as luzes da casa são apagadas – as presas constantes são as crianças. Há relatos que também afirma que Jeff não é humano.
Desde 2008, a história de Jeff the Killer e o mito de Slender Man são contados sob diferentes perspectivas, com o intuito de assustar e perpetuar a imagem dos obscuros personagens. Ainda que caiba salientar que essa prática não é uma novidade da era digital, uma vez que, em séculos remotos, contos, reconhecidos atualmente com de “fadas”, eram transmitidos oralmente de maneira semelhante.
Slender Man
Slender Man
Entretanto Slender Man não surgiu nos ambientes destinados aos contos, antes fora construído como um mito sobrenatural. Um mito que apresenta a encarnação do estranho, que nem um rosto tem. De braços múltiplos, longos e finos; sua face não exibe olhos ou boca e, consequentemente, expressão assustadora, não tem cabelo, é pálido e alto, sempre está vestido com um terno preto. O “homem delgado” é, de modo geral, um ser cuja forma é indecifrável.
A sua primeira aparição foi em um “concurso”, promovido pelo fórum do Something, para que fossem criadas imagens “paranormais”, no qual o usuário Eric Knudsen (conhecido pelo apelido de Victor Surge) montou duas fotografias de grupos de crianças (em preto) com a entidade sobrenatural “Slender Man” – iniciando legendas de supostas testemunhas do ocorrido.
As histórias registram que Slender Man é um ser sobrenatural, de origem desconhecida que sequestra e mata crianças, além de ter o poder de induzi-las a matar por meio de hipnose – a lenda também registra que ser perseguido por Slender faz perder a sanidade.
Mimese: Slender Man e Jeff the Killer
A preocupação dos usuários em promover a história de Slender Man e Jeff the Killer e torná-la incrível, ou seja, ter a intenção de criar registros que tornassem o caso verossímil, permite uma aproximação com a questão mimética. Aqui, mimese é compreendida como a ação que concretiza a narrativa. Ao falar de mimese é preciso considerar sua tríplice, que, resumidamente, se organiza em: prefiguração (mimese I), configuração (mimese II) e refiguração (mimese III).
Esse processo envolve o círculo hermenêutico, que abre espaço para a interpretação da narrativa. A atividade mimética permite a verificação de indicies ficcional em narrativas que tentam representar a realidade ou que se dizem reais.
No caso (Slender Mam e Jeff the Killer), sabe-se que os personagens não teriam capacidade de existir, pois tem características que flertam com o fantástico. Porem o engajamento coletivo em disseminar a história permitiu a construção de uma narrativa, com a criação de falsos testemunhos, dando ao caso contornos real e permitindo que a história se instaurasse no imaginário das pessoas.
Essa atividade representativa age com código ligados ao cotidiano social, que faz com que muitos indivíduos acreditem na veracidade do mito. A representação de Slender e Jeff desenvolveu na consciência individual e coletiva o estatuto de acontecimento ao mito, que repercutiu e continua a se espalhar socialmente.
A exemplo, os materiais produzidos pela comunidade engajada em promover a lenda e dispostos no arquivo The Slender Man Myhos permitem ilustra como os falsos testemunhos contribuíram para a crença, apresentando, por exemplo dados sobre as crianças desaparecidas ou capturadas pela criatura; ofícios e boletins de psiquiatras e policiais; reportagens de periódicos registrados, cartas e imagens mimetizando a realidade. Esses 225 testemunhos foram divididos, aqui, nas categorias a) fotos e imagens; b) textos (contos, relatos autobiográficos e decupagens); c) documentos (relatórios médicos, policiais, clipping de jornais e desenhos).
Essa criação contribui para o efeito do real (BARTHES, 1972), esboçando a ocorrência de um discurso tido como verossímil e amparado em recursos que deram credibilidade à lenda – como a construção de cenário e de detalhes, o foco narrativo, o testemunho biográfico, a elaboração de documentos e de nomes de autoridades que se repetem em falsos testemunhos. Em busca da verossimilhança, isso mostra a capacidade de a realidade ser volatizada, uma vez que a história se mistura a fantasia e fatos compreendidos como reais.
Esse processo híbrido sugere que o usuário esteja engajado no reconhecimento da veracidade ou não do discurso em torno da história. Para os ânimos da comunidade online, o contorno realista foi atrelado ao mito e, assim, o usuário é capaz de “projetar o modelo ficcional na realidade – em outras palavras, o leitor passa a acreditar na existência real de personagens e acontecimentos ficcionais”.

Criatividades para os Personagens - Slender Man e Jeff the Killer

Creepypasta de Jeff the Killer

Jeff the Killer vs Slenderman


Resumo 

Os contos de creepypasta são frutos da imaginação de jovens apaixonados pelo gênero de horror, que exploram tanto o enredo de personagens criados nesse espaço quanto o ambiente no qual vivenciam suas experiências cotidianas. O que pode demonstrar a existência de certos níveis de atenção ao consumir e/ou produzir esse tipo de produto.

Você pode citar este artigo, basta copiar o texto formatado logo abaixo. 
Fonte: Empresas de sucesso - O que significa a palavra creepypasta : Fabiano Rodrigues. Disponível em: http://www.empresasdesucessos.com/2016/02/o-que-significa-palavra-creepypasta.html 

Referência: 
*Slender Man: creepypasta, mimesis and reality: Camila FREIT - Temática
*Creepypasta: Jeff the Killer vs Slenderman (PT-BR) Vicio Medonho
*Slenderman VS Jeff the Killer. La Batalha Final de Rap (Especial Halloween) Keyblade
*Creepypasta - Wikipedia The Free Encyclopedia
Empresas de sucesso

Empresas de sucesso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Comentario

Fabiano . Tecnologia do Blogger.