Pesquisar este blog

Breaking News
recent

Crimes terríveis cometidos por pessoas em nome de Satã

Crimes: É muito importante destacar que muitas vezes os episódios que acabam sendo coligados aos satanistas não têm nenhuma afinidade com o cumprimento de mandos do Príncipe das Trevas — e infelizmente não passam de barbaridades, crueldades cometidas por pessoas de má índole mesmo. Entretanto, a verdade é que têm alguns delitos que realmente foram efetuados em nome de Satã. 

Pessoas que cometeram crimes horríveis em nome de Satã - Vídeo

Assassinatos famosos cometidos em nome do demônio

Individuos que matam por instinto, ódio, prazer, ou satisfação, são tamanhas barbaridades difícil até de se acreditar.
Jarno Sebastian Elg
Jarno Sebastian Elg é um assassino canibal finlandês
Jarno Sebastian Elg é um assassino canibal finlandês (retratado como adorador do diabo por mídias), que foi condenado a prisão perpétua por assassinar um homem de 23 anos de idade, comer algumas das partes do corpo e instigar outras pessoas a participar de um ritual que incluiu torturar a vítima enquanto ouve músicas de The Chronicle Cainian álbum de uma banda de Black Metal, a Norwegian. Tudo isso ocorreu no dia 21 de novembro de 1998, em Hyvinkää. Na infância e na adolescência, Jarno se envolvia frequentemente em episódio de crueldade contra animais. Certa vez ele foi surpreendido espancando um cachorro com uma barra de metal, enquanto registrava em vídeo seu ato.
Em 21 de novembro de 1998, ele foi além. Jarno invadiu a casa de um homem (a vítima não foi identificada, mas tinha 23 anos) com 3 cúmplices. Eles torturaram a vítima e estrangularam até a morte. A vítima teve a cabeça enrolada com fita adesiva. Partes de seu corpo foram cortadas e comidas. Algumas partes seriam usadas em rituais satânicos. Na verdade, o crime ocorrido na casa era uma espécie de ritual, e tudo isso ao som do álbum Chronicle Cainian, da banda de Black Meta norueguesa Ancient.
Os parceiros de ELG eram: Terhi Johanna Teryashonka (17 anos), Mika Kristian Riska (20 anos), e um menino (16 anos) que não teve o nome revelado. A investigação começou depois que uma das pernas da vítima foi encontrada em um deposito de lixo. O caso ganhou a alcunha de ‘’Crime do Lixão’’ e até o momento permanecia um mistério. Graças aos esforços da policia, Jarno foi identificado, rastreado e preso. Jarno Elg foi condenado pelo assassinato seguido da destruição de cadáver, seu veredito foi prisão perpétua.
O Tribunal Distrital de Hyvinkää no sul da Finlândia condenou os cúmplices: Terhi Johanna Tervashonka, a oito anos e seis meses de prisão e Mika Kristian Riska, a dois anos e oitos meses. Eles foram a julgamento no Tribunal Distrital Hyvinkää no sul da Finlândia. O terceiro cúmplice, foi inocentado após alegar que foi obrigado a participar do crime e testemunhou contra os acusados. Dizia-se que as três pessoas ‘’foram fortemente influenciadas pelo satanismo’’. O Tribunal declarou que a maior parte dos detalhes do caso fique selado por 40 anos. Por essa razão, apenas uma quantidade limitada de informação está disponível.
Terhi Tervashonka recebeu oito anos e sete meses de prisão, mais foi solta em 2003 após cerca de 4 anos de encarceramento, após uma avaliação psiquiátrica a considerar parcialmente insana. Embora ela apresentasse um distúrbio psicológico, esse seria, segundo os psiquiatras que a analisaram, facilmente tratado. Em 2007 Tervashonka foi acusada e condenada a 10 anos de prisão pela morte de um homem de 47 anos de idade, que ela teria assassinado por meio de duros golpes desferidos contra a cabeça da vítima.
No ao de 2011 ela se encontrava em uma prisão de Vanaja na cidade de Hämeenlinna em regime semi-aberto, quando, em 21 de julho acabou fugindo, sendo recapturada pouco no dia 3 de agosto.
Nikolai Ogolobyak Nikolai
Nikolai Ogolobyak Nikolai na verdade, era o líder de um grupo de jovens russos
Nikolai Ogolobyak Nikolai na verdade, era o líder de um grupo de jovens russos que há alguns anos realizou sacrifícios humanos em nome de Satanás. Os garotos levaram quatro colegas de escola até um bosque e, depois de embebedá-los, esfaquearam cada um deles 666 vezes. Não satisfeitos, os jovens satânicos ainda removeram os genitais, os escalpelaram e comeram partes dos corpos das vítimas assadas em uma fogueira.
Quando foram presos, um dos membros do grupo de assassinos disse que não sentia medo já que, graças aos sacrifícios, tinha certeza de que o diabo o ajudaria a escapar da cadeia. Outro teria contado às autoridades que havia tentado segui a Deus, mas, como não havia ganhado dinheiro com isso, ele teria se voltado ao demônio – e as coisas haviam melhorado.
As Bestas de Satã 
As Bestas de Satã
No final da década de 90, o grupo italiano conhecido com as ‘’Bestas de Satã’’ – composto por amigos fãs de Black Metal – assassinou dois adolescentes durante um ritual satânico e, depois de enterrá-los, teriam dançado sobre as sepulturas gritando que os coitados haviam se transformado em zumbis. O grupo foi pego seis anos mais tarde depois de cometer outro duplo assassinato, e todos foram julgados e presos.
Ricky Kasso 
Ricky Kasso - Assassino
Preste atenção no rapaz acima. Ele parece meio desequilibrado para você? Na década de 80, Ricky Kasso não só vivia pra lá de louco por conta de problemas mentais e abuso de drogas como acreditava que devia seguir os comandos do Anjo das Trevas – que falava com ele por intermédio de um corvo.
Pois, obedecendo às ordens do tinhoso, Kasso convenceu um amigo – um jovem chamado Gary Lauwers – a acompanhá-lo até um bosque, colocou uma faca em seu pescoço e obrigou a anunciar em voz alta que amava Satã. Depois disso, o discípulo do diabo matou Lauwers, arrancou seus olhos e o enterrou.
Ripper Crew 
O grupo ‘’Ripper Crew’’
O grupo ‘’Ripper Crew’’ era composto por quatro serial killers que entre 1981 e 1982 apavoraram as ruas de Chicago. Os jovens pegavam prostitutas com uma van e levavam as mulheres até o apartamento de um deles – onde as matavam enquanto liam passagens da Bíblia do Diabo. Depois de assassiná-las, os satânicos abusavam das vítimas e extirpavam seus seios, além de comer partes de seus corpos.
Rodrigo Orias Gallardo 
Chileno Rodrigo Gallardo
Em 2004, o chileno Rodrigo Gallardo – fã desequilibrado de Black Metal que, além de ter várias tatuagens satânicas pelo corpo, tinha um pentagrama marcado a ferro no lado esquerdo do peito – foi até a missa, esperou pacientemente até o final da celebração e, então, sacou uma adaga e cortou a garganta de Faustino Gazziero, o padre da congregação.
Depois, Gallardo se besuntou com o sangue do sacerdote e usou a mesma adaga para esfaquear o próprio corpo várias vezes. Segundo as autoridades, o chileno não estava sob influência de álcool e drogas, o que levou à dedução de que o crime era um ataque direto contra a igreja. Durante o julgamento, os advogados de Gallardo alegaram que o rapaz sofria de esquizofrenia e ele cumpriu apenas 3 anos de reclusão em uma instituição psiquiátrica.
Manuela e Daniel Ruda
Os assassinos Manuela e Daniel Ruda
Em nome do diabo – no dia 6 do 6 de 1999, Manuela e Daniel se casaram e planejaram a execução de uma pessoa para o dia 6 do 6 de 2001, com 66 machetadas, punhaladas e golpes de martelo. Na data combinada, Daniel convidou um colega de trabalho para ir ao seu apartamento em Witten, onde foi friamente executado.
No lar dos endemoniados, há muitas provas de morbidez do casal. No corredor, imitações de teias de aranha e de uma caveira, no quarto, uma máscara de um animal chifrudo com rosto humano, na parede da sala, um pentagrama desenhado com sangue apontado para o chifre de diabo.
Próximo a uma janela do apartamento, a polícia encontrou o corpo de Frank H., três dias após o assassinato. Na barriga a vítima estava desenhado um pentagrama, feito com um bisturi descartável. Ao lado, estavam as armas do crime. Os criminosos fugiram em seu carro foram presos seis dias depois por um comando especial da polícia em Jena.
Amor satânico – Daniel sempre foi um garoto estranho. Com problemas na escola, ele não frequentou a universidade, mas fez um curso para o vendedor de automóveis. Com 14 anos, o garoto problema teve uma visão: um homem vestido em negro, com dedos estranhos, que permitiam enxergar os seus ossos. O homem o teria chamado de Samiel e lhe garantindo que, para sair desse vazio de sua vida, ele precisaria encontrar a outra metade de sua alma. A partir de então, de skinhead, Daniel virou neonazista e poucos anos depois, cansado desta ‘’idiotice’’, desenhou uma cruz invertida em sua testa, começou a se corta para beber o próprio sangue e se entregou de vez ao satanismo.
Desde os 15 anos, Manuela dizia a sua psicóloga que não pertencia a esse mundo. Um ano antes, a garota teria tentado se suicidar com uma overdose de cocaína. Logo depois do ginásio, começou a se envolver com bruxaria e exorcismo e dizia possuir dons das profundezas do inferno. Em 1999, ela se prontificou a lutar pelo ‘’exército do diabo’’.
Manuela e Daniel se conheceram devido a um anúncio no jornal assinado pelo rapaz que dizia: ‘’Vampiro negro procura princesa das trevas, que a todos e a tudo desdenha e que já desistiu da vida’’. Desde o primeiro encontro, os dois sentiram haver encontrado sua alma gêmea e que juntos seguiram o destino determinado pelo diabo.
Empresas de sucesso

Empresas de sucesso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Comentario

Fabiano . Tecnologia do Blogger.