Pesquisar este blog

Breaking News
recent

Açougue

Açougue ou carniçaria é uma unidade de um segmento comercial que comercializa cortes e partes de carnes, na maioria das vezes suína e bovina.
Os abatedouros (matadouro) o lugar onde se provém à matança dos animais, onde em seguida se envia para os açougues, onde serão cortados em partes comercializáveis e assim chegando ao consumidor final.
Etimologia
Segundo o Dicionário Etimológico da Língua Portuguesa de José Pedro Machado “Acougue” vem do Árabe as-suq (سوق), que quer dizer “feira”, “mercado”. O primeiro registro na língua portuguesa data de (1254), na forma azougue, evoluindo depois (1269) para aaçougue e, pouco tempo depois, para o atual açougue.

História 

Açougue
A história é bem antiga, pois os açougues medievais eram localizados em casas familiares e o trabalho era quase artesanal. A higiene, nesse período não era muito prezada e a procedência das carnes não poderia ser avaliada por um profissional. Atualmente, existem normas a serem seguidas pelos açougueiros, além de órgãos de fiscalização sanitária que impõe selos de qualidade, para que o consumidor saiba da procedência da carne.

Açougueiro

Açougue
O açougueiro é o profissional responsável por limpar e cortar a carne que é vendida no açougue. O papel desse profissional é atender aos pedidos dos clientes e separar a carne que for solicitada, cortando do jeito que o cliente preferir. Também é de responsabilidade do açougueiro prezar pela higiene e manter a limpeza do local de trabalho.
Não existe uma formação necessária para ser um açougueiro, pois o aprendizado das técnicas e métodos de um açougueiro vem com a prática.
O oficio de açougueiro tem registros já na Roma antiga, quando a profissão foi inclusive regulamentada, dotada de privilégios e diversificada de acordo com os animais que se abatiam.
Atualmente o ramo esta em extinção. Ninguém quer trabalhar na área e ter de encarar oito horas por dia ou até mais de trabalho.

Referências e bibliografia
1* FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 37.
2* Dias, Juliana Vergueiro Gomes. "O rigor da morte: a construção simbólica do animal de açougue na produção industrial brasileira." (2009).
Empresas de sucesso

Empresas de sucesso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Comentario

Fabiano . Tecnologia do Blogger.